Ads 468x60px

Mickey Mania: The Timeless Adventures of Mickey Mouse

Gênero: Aventura
Ano: 1994
Fabricante: Traveller's Tales
A premissa deste jogo teve uma base sólida, porque você controla Mickey enquanto ele revive seus 'Tempos de Aventura', começando com seu primeiro longa de animação, O Vapor Willie (1928). Os seis níveis percorrem cronologicamente as animações clássicas, depois que a jornada em preto e branco da introdução termina, Mickey percorre "Mickey e o Doutor Maluco" (1933), "Moose Hunters" (1937), "Fantasmas Solitários" (1937), "Mickey e o Pé de Feijão" (1947) e termina com uma batalha contra seu arqui-inimigo Bafo de Onça, depois de "O Príncipe e o Mendigo" (1990). Há uma história à parte em que você resgata um Mickey clássico preso em cada nível e salva Pluto, mas o enredo é realmente apenas uma desculpa brilhante para o personagem percorrer cada nível de cada uma das lendárias animações retratadas.
Os controles são simples, com B para pular e Y para lançar bolas de gude nos inimigos. Não há salto duplo, mas você pode pular sobrer os inimigos para alcançar uma plataforma mais alta, além de ser eficaz para matar inimigos mais fracos, mas nem isso nem o ataque de bolas de gude eliminam inimigos maiores. Existem alguns quebra-cabeças básicos incluídos, mas bem simplórios.

Andar com cuidado e esquivar-se é a sua estratégia mais importante, à medida que ossos de esqueleto explodem na tela, insetos saem vagando e pedras lançadas de lava, é colocada à prova suas habilidades de esquivar. Mickey balança de correntes, um elevador leva você por esqueletos à espreita e guia lustres em direção a uma passarela ou faz um passeio em uma maca de ácido.
De muitas maneiras, os sprites roubam a cena, enquanto Mickey balança na beira de uma plataforma ou enquanto pula descendo uma ladeira. Quando você alcança os créditos finais, não ficará surpreso ao saber que a Disney Feature Animation Florida deu uma ajuda nesse projeto, e é agradável ver que o mesmo cuidado e atenção foram gastos nos inimigos. Os visuais variados se estendem ao design de inimigos e de cenários, assim como a cor que está presente no mundo de grandes dimensões de "Mickey e o Pé de Feijão" ou a exuberante rolagem de paralaxe nos túneis infestados de besouros.
O jogo tem um charme maravilhoso em sua apresentação, que também é transmitida em seu áudio, que se propõe a representar o tema de cada nível; A música de "O Vapor Willie" é otimista e cativante, em "Fantasmas Solitários" é mais assustadora com ritmos arrepiantes, enquanto em "Mickey e o Pé de Feijão somos mergulhados no brilho da magia com uma encantadora melodia. O áudio também ajuda na jogabilidade, enquanto o grito de pânico de "eh oh" de Mickey avisa que um Moose está chegando ou que um fantasma está prestes a derrotá-lo.
Para um jogador habilidoso que conhece as posições dos inimigos e o level design das fases, talvez consiga finalizar o jogo em menos de uma hora. No entanto, em uma dificuldade 'Normal' padrão com apenas três vidas extras e apenas um "continue" extra, você certamente gastará muito mais tempo. O nível 'Fácil' oferece três "continues", mas se você morrer na última fase de um mundo e for continuar, será enviado de volta ao início desse  mundo e não naquela última fase em particular daquele mundo. Isso pode ser um pouco frustrante para alguns jogadores, principalmente com inimigos que têm “um golpe fatal”, como uma aranha que lança batom que apaga toda a sua barra de energia com um único disparo.
Para um pequeno estúdio do Reino Unido na época, foi uma conquista relativamente épica que a Traveller's Tales estivesse confiante o suficiente para criar um jogo de plataformas 2D do Mickey, mesmo competindo com o The Great Circus Mystery Starring Mickey & Minnie. A experiência técnica, os efeitos especiais e a apresentação mostram que a Traveller's Tales tinha um potencial inexplorado.
Mickey Mania é um excelente jogo que permite uma viagem nostálgica através dos desenhos animados clássicos do Mickey por meio de belos cenários, com excelentes recursos visuais e de áudio. O jogo foi tão bem elaborado que a Sony o considerou bom o suficiente para ser convertido para o PS1 dois anos depois (Mickey's Wild Adventure), sem alterações maciças, o que demonstra a qualidade dessa joia do SNES.


Download [Jogo traduzido em português](MediaFire): Clique Aqui!

Download [Jogo traduzido em português](Mega): Clique Aqui!


Confira também a versão Cheat Edition: Clique Aqui!

0 comentários:

Postar um comentário

 

...::: Oferecimento :::...